Principais passos para a formalização de empresas



Opere legalmente: entenda sobre formalização de empresas

Ter empresa legalmente constituída gera vantagem competitiva e proporciona mais oportunidades no mercado. Apesar de isso estar bem claro na cabeça de muitos empreendedores, a formalização de empresas ainda não é um assunto levado a sério por alguns. Para outros, parece algo um pouco difícil de entender, pois o processo envolve burocracia.
Seja qual for sua posição com relação ao tema, neste post apresentaremos alguns pontos que farão a diferença no sucesso do seu negócio. Mas, antes, vem a pergunta:

Por que formalizar sua empresa?

Empresas formalizadas têm maior probabilidade de acessar melhores clientes, os quais somente fazem negócios com organizações legalmente constituídas. Além disso, outras vantagens da formalização incluem:
·         Mais possibilidades de se posicionar no mercado, pois seu negócio não terá problemas legais;
·         Maior credibilidade e confiança por parte dos clientes (se seu negócio é informal você não lhes dá segurança);
·         Aumento da possibilidade de acessar novos mercados;
·         Acesso a empréstimos e créditos de diferentes instituições financeiras;
·         Possibilidade de participar de licitações;
·         Entre outras.
Agora que você entendeu o porquê de levar em consideração a formalização do seu negócio, vamos conhecer um pouco do processo.

Primeiros passos para formalização de empresas

Elencamos a seguir as etapas principais:
1.    Ter um contrato social – registro de pessoa jurídica: documento que formaliza os direitos e deveres dos sócios e contém todas as informações sobre regimento e constituição da empresa (como dados pessoais dos sócios, atividades da organização, endereço comercial, capital social e divisão entre os fundadores, forma de administração legal da empresa, funcionamento das retiradas de lucro e pró-labore). O registro do contrato social é feito na Junta Comercial, gerando o NIRE (Número de Identificação do Registro de Empresa).
2.    Obter o CNPJ: o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas é o número da identificação jurídica da empresa perante a Receita Federal. É obtido a partir do NIRE no site da Secretaria da Fazenda.
3.    Ter um alvará de funcionamento: autorização obtida na Prefeitura para a abertura do seu negócio. Dependendo do ramo de atuação da empresa, para obtenção do alvará será necessário ter autorizações dos órgãos de vistoria.
4.     Obter Inscrição Estadual: obrigatória para indústria, comércio e serviços de transporte interestadual e intermunicipal, e prestadores de serviços de comunicação e energia.
Esses são os principais pontos para a formalização de empresas. A dica aqui é desde o começo contar com profissionais experientes que já sabem o caminho das pedras. Você verá que a ajuda de uma empresa contábil facilitará sua vida quando o assunto é abrir as portas do seu negócio para a formalidade.

Para encerrar: a viabilidade do negócio

O assunto não cabe em apenas algumas linhas, mas como queremos ajudar seu negócio a ser formalizado e ao mesmo tempo sustentável financeiramente, é necessário se ater a algumas questões.
Por exemplo, já para dar a largada você terá os custos de legalização. Também será preciso investimentos em recursos tecnológicos e/ou máquinas e/ou equipamentos, em infraestrutura, mobiliário e material de escritório.
É preciso, ainda, colocar na ponta do lápis os custos mensais, como pró labore no caso dos sócios, salários e benefícios, encargos sociais e trabalhistas (décimo terceiro, férias, indenizações, FGTS etc.), despesas da propriedade (água, energia elétrica, internet e telefone), manutenção, impostos, entre outras.
Além da previsão de gastos, outros pontos importantes a se considerar:
·         Quanto dinheiro será necessário para cobrir esses gastos?
·         Qual é a sua previsão de vendas?
·         Quanto capital de giro será preciso para sustentar as operações?
Por fim, neste artigo procuramos iniciar a discussão sobre formalização de empresas. Mostramos a você os principais passos, sem esquecer da importância de analisar se sua ideia realmente renderá frutos.
Como também apontamos neste post, é importante contar com a ajuda de uma empresa de contabilidade. Sobre isso, que tal se aprofundar um pouco mais e conhecer as principais vantagens de ter o auxílio de profissionais contábeis experientes? Acesse o infográfico e saiba mais:


Caso tenha ficado com alguma dúvida ou queira mais informações sobre o tema, venha conversar conosco. E se você acha que este post pode ser útil aos seus colegas, fique à vontade para compartilhá-lo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quais os benefícios da contabilidade que saiu do passado?

O que é Transfer Price e qual sua importância?

Os Benefícios Fiscais ajudam sua empresa. Saiba aqui!